Comparação do SCHG vs SCHD e questões tributárias

Olá a todos!!

Como vocês sabem, gosto de fazer alguns estudos, nos últimos meses andei pensando bastante sobre o que fazer com minha carteira no exterior, em relação as questões tributárias que vão mudar ano que vem, e também buscando oportunidades melhores.

Ao que tudo indica, a isenção que a gente tinha nas vendas abaixo de 35k por mês acabará, e a única vantagem que ouvi falar é sobre compensar prejuízos, me falaram que não tinha antes e agora terá...

Acabei me deparando com um ETF de crescimento da Charles Schwab, o SCHG, de vereda fui comparar ele com meu ETF preferido, SCHD, voltado para dividendos, e vi que nos últimos anos SCHG foi melhor.


Faz sentido né, afinal ele é de "crescimento".

No gráfico de drawdown abaixo você percebe que, nos anos mais recentes, a queda máxima do SCHG foi perto dos -35% enquanto SCHD na faixa dos -15%, então SCHG é muito mais arriscado.


Poucos momentos SCHD teve quedas maiores que SCHG, e com pouca diferença, setas azuis.

A tributação dos dividendos hoje é 30%, o que reduz bastante o retorno do SCHD, estou pensando que adicionar mais empresas de crescimento na carteira e que paguem menos dividendos pode ser vantagem, então adicionar o SCHG na carteira me pareceu fazer sentido, e para vocês?

Por outro lado, com o fim da isenção, vamos pagar 15% sobre o lucro na venda, então um ETF que dá mais valorização da cota teria essa "desvantagem", uma dúvida que tenho é se é possível deduzir os 30% de imposto retido dos dividendos quando vende com lucro, se isso for possível não será tão ruim manter o SCHD.

Comparação dos dividendos

 

Seria SCHG uma alternativa ao VOO?

Tenho na carteira de ETFs o VOO, que replica S&P500, comparando ele com SCHG, SCHG foi melhor nos últimos 10 anos.

SCHG ganhando do VOO (S&P500)

Aprofundando um pouco mais no SCHG, a composição dele é bastante exposta ao setor de tecnologia, o que explica ele ganhar do VOO, já que as ações das Microsoft, Apple, Google, Facebook etc cresceram muito nessa última década.

Agora a pergunta de 1 milhão de dólares: Setor de tecnologia vai continuar entregando um resultado melhor que os outros setores nas próximas décadas?

Se a resposta for SIM, acredito que é uma boa ideia fazer a troca do VOO pelo SCHG. Mas como eu não faço a mínima ideia, um ETF mais diversificado/neutro como o VOO é mais sensato.

Com base nisso tudo, este é um ETF que me pareceu muito interessante, principalmente se mantido junto com o SCHD, já que eles não se sobrepõem, mas no final, devido a dúvidas sobre o futuro, pra mim creio que um ETF mais neutro seja o melhor no momento.

SCHG E SCHD, apenas 3% das posições iguais

Agora, pensando em carteiras tipo ETF da Paz, se fosse pra ter só 2 ETFs, talvez estes 2 fossem uma boa opção pra quem busca crescimento e dividendos. Pra quem quer algo mais neutro, um VT ou VTI+VXUS, para economizar alguns centavos em taxas, seriam as melhores opções.

ReVar

Também tem outra novidade, ano que vem teremos um sistema novo para pagar imposto das operações na bolsa, tal do Programa Auxiliar de Apuração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física incidente sobre operações de Renda Variável - ReVar, pelo que entendi seremos obrigados a preencher nossos ativos neste sistema, informando o preço médio e se tem prejuízos a compensar, depois cadastrar todas operações, e então o sistema irá fazer as contas automaticamente pra você.

Sistema bastante semelhando as calculadoras de IR que tem por aí, será o fim delas?

Governo cada vez melhorando mais seus sistemas para cobrar impostos.

Referências

Gráficos de comparação: 

  1. https://portfolioslab.com/tools/stock-comparison/SCHG/SCHD
  2. https://portfolioslab.com/tools/stock-comparison/SCHG/VOO
  3. https://www.etfrc.com/funds/overlap.php 

Dados do SCHG:

  1. https://schwab.bynder.com/m/77142c08e2817a40/
  2. https://www.schwabassetmanagement.com/products/schg

2 comentários:

  1. É, o governo é extremamente eficiente em nos cobrar, assim como qualquer companhia de energia elétrica, água e gás... sobre isso não há dúvidas.

    Achei interessante essa combinação que você propôs do SCHG com o SCHD, combinando crescimento e dividendos. Não descarto ter ETF na carteira, mas eu continuaria aportando em empresas individualmente.
    E bem legal essa ferramenta para comparar os fundos. Parece bem útil!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, depois de pesquisar sobre eles o Google começou me indicar vários vídeos deles, acabei percebendo que muitas pessoas tem esses dois ETFs na carteira, um de crescimento e outro de dividendos. É interessante. Eu sou bastante indeciso e por enquanto ainda sigo com minha carteira inicial de ETFs, talvez ano que vem eu faça alguma mudança, cheguei a pensar de reduzir ETF de dividendos por causa dos 30% retidos na fonte, ano que vem vou estudar mais um pouco e quem sabe me decido sobre isso. Abraços!

      Excluir

Fique a vontade para contribuir com suas ideias ou dúvidas. Obrigado!

Postagens em alta

Fechamento 062 - Maio de 2024

Olá! Este mês o resultado foi próximo de nulo, 0,82% na minha planilha, e adicionei um novo ativo em carteira, o Bradesco, conforme comentad...