31 de dezembro de 2019

Metas para 2020

Olá, hoje é o último dia de 2019 e consegui tirar um tempo pra escrever algumas metas para o ano que vem, além de avaliar como foi este primeiro ano do blog, que no meu ver foi bem positivo.

Meta de Investimentos

Para começar, as metas de aportes e valores investidos foram superadas, graças as rendas extras desenvolvidas. O plano era aportar R$ 250,00 por mês, mas tive meses que gastei muito ou ganhei pouco e não consegui aportar, e tive em meses que as rendas extras proporcionaram bons aportes, fazendo com que a média superasse esse valor, e ficasse com quase o dobro do previsto no acumulado, também o mercado em alta ajudou bastante nisso.
Metas de investimentos 2019 superadas!
Em relação aos resultados de investimentos, as maiores altas estão com Grendene (56%) e Wege (42%) nas ações, e MXRF11 (24%) nos FIIs. Na ponta negativa, temos a Ambev (-3,89%), a B3 que está no zero a zero, tendendo a cair mais devido a nova concorrência que vem aí, e o FII XPCM11 que vendi com um pouco de prejuízo estes dias, pode relembrar os fatos clicando AQUI e AQUI.

Para o ano que vem, pretendo seguir fazendo rendas extras, a meta aqui é superar 2019, onde fiz R$ 5.560,00, por isso, vou mudar meu planejamento inicial, e vou aumentar a meta de aporte mensal para R$ 350,00, e vou reajustar os valores das metas partindo do total acumulado até agora, para 2020. Se for ver, se conseguir atingir a meta de renda extra, os aportes mensais médios já poderiam chegar em R$ 463,00 só com os extras, mas tenho algumas outras metas/objetivos que provavelmente vão consumir boa parte dessa renda extra, então, vou seguir conservador aqui.

Com a superação da meta neste ano, a meta do 1º Milhão antecipou 1 ano, 2034.
Nessa simulação, considerei que os aportes aumentam para R$ 1.000,00 a partir de 01/06/2022, que é quando terei um aumento salarial maior, e outro aumento nos aportes em 01/08/2025, passando para R$ 2.500,00, devido a quitação de um empréstimo no mês anterior, a ideia é pegar o valor que pagava no empréstimo e somar no aporte. Também considerei rendimentos de 0,5% até 01/06/2022, o que é conservador no meu ver, e aumentei para 1,5% ao mês após isso, não sei como poderia fazer uma simulação mais exata considerando o reinvestimento dos rendimentos.

As metas de aportes iniciais não são muito grandes, mas vejo isso como positivo, para ir ajustando minha carteira e selecionando melhores ativos, até o momento que terei conhecimento e experiência para aportar valores maiores com mais segurança.

Metas Pessoais Diversas

Além das metas de investimentos, também defini metas pessoais, que até hoje nunca fiz por escrito. Geralmente a gente pensa nas coisas que quer fazer no próximo ano, mas não escreve em um local que seja fácil de verificar no final do ano seguinte, escrevendo aqui eu resolvo este problema, também penso em fazer um acompanhamento e registrar a evolução, então... são elas:
  • Na área da Saúde:
    • Praticar atividades físicas regularmente, pelo menos 4 horas semanais, ou mínimo 30 minutos por dia (academia, corrida, caminhada, bicicleta, futebol, etc), se der vou compartilhar aqui um resumo mensal das atividades pra acompanhamento, tem alguns apps de corrida bem úteis pra isso.
    • Ir no dentista pelo menos 3x ao ano, ou a cada 4 meses. Parece pouco, mas acho que é mais do que fui este ano, eu não me cuido muito nisso, preciso melhorar.
    • Melhorar alimentação, ingerir menos cerveja, este ano eu fiquei uns 6 meses sem beber, porque bebi um dia sim outro não hehehe.
    • Dormir mais, e beber mais água.
  •  Na área da :
    • Quero ler a Bíblia todos os dias, essa vai ser complicada, mas existe um plano de leitura da Bíblia em 3 anos, que quero seguir, iniciando amanhã.
    • Amar a Deus pela participação de pelo menos 3 cultos por mês.
    • Amar ao Próximo através da participação em grupo de família e serviços na igreja, música, canto, diácono, etc.
    • Ofertar regularmente % do meu salário.
  • Na área do Conhecimento:
    •  Ler 2 livros por mês, 1 sobre finanças/investimentos e outro pode ser ficção ou qualquer outro que me interesse, o de finanças pretendo publicar o resumo aqui no blog.
    • Estudar 1 Empresa por mês, e publicar aqui no blog o estudo, como meus estudos geralmente são simples, talvez eu faça até de 2 empresas. Você pode ver todos já feitos clicando AQUI.
    • Ler todas publicações de fatos relevantes, relatórios gerenciais, análises e outras informações publicadas pelas empresas e FIIs que sou sócio.
    • Estudar mais idiomas, estou esquecendo o que já aprendi por falta de uso, acho que vou tentar assistir alguns filmes sem legenda, ler livros em inglês talvez, e também estudar através de músicas, por que aí aproveito e pratico o violão, que é outro item que foi bem pouco usado este ano.
  • Na área do Lazer:
    • Fazer 2 viagens, uma para a praia em março, e outra para visitar parentes distantes, provavelmente em julho ou agosto. 
    • Ter mais tempo de qualidade com minha esposa, acho que peco nisso diariamente. 
    • Sair/visitar amigos/familiares, isso eu já faço bastante, pretendo continuar.
    • Festejar datas importantes, aniversários, bodas e conquistas.
  • Outros objetivos:
    • Trocar de carro, fazem 3 anos que estou com o atual, e vejo que poderia ter um mais econômico, este ano inclusive, quase que troquei ele por uma moto + carro, com a ideia de ir trabalhar de moto. Aqui entram algumas despesas extras com transferência, e talvez com a diferença entre veículos, se comprar um mais caro.
    • Antecipar algumas parcelas do financiamento da CEF, se possível renegociar e tentar juros menores, já são baixos, mas com essa SELIC na mínima, vai que dá.
Em resumo, meus desejos para 2020 são Saúde, Fé, Conhecimento, Lazer e Bons Investimentos! Desejo também a todos que me acompanham um feliz e próspero 2020! Abraços.

27 de dezembro de 2019

Estudo da Equatorial EQTL3

Olá!

Seguindo os estudos dos ativos da carteira, hoje vou compartilhar o pouco que estudei sobre a Equatorial, semelhante ao estudo que fiz da Energias do Brasil. Pra começar, olha esse gráfico da cotação nos últimos 5 anos, estamos no topo, uma alta incrível, cotação mais baixa 52 semanas foi R$ 2,76, 823% de alta, aí nos perguntamos, porque não começamos antes?



Histórico da empresa

A Equatorial Energia S.A. (anteriormente denominada Brisk Participações S.A.) foi constituída em 16 de junho de 1999. Segundo o próprio site, a Equatorial Energia é uma holding com atuação no setor elétrico brasileiro, nos segmentos de:
  • Distribuição, através da CEMAR, no Maranhão, da CELPA, no Pará, da CEPISA, no Piauí, e da Equatorial Alagoas, em Alagoas,
  • Transmissão, com 8 projetos ainda em estágio pré-operacional e a Intesa, linha operacional que cruza os Estados do Tocantins e Goiás,
  • Geração, através da Termoelétrica Geramar,
  • Comercialização, através da Sol Energias, e
  • Serviços, através da 55 Soluções.
Logo percebemos que a Equatorial atua em vários ramos do setor de energia elétrica, Geração, Transmissão e Distribuição, da mesma forma que a ENBR3, com a diferença que a Equatorial ainda tem muitos projetos recentes em desenvolvimento, a transmissão é pra operar em 2022.


A abertura de capital da empresa aconteceu em 2006, e após a oferta, o free float ficou em 56,8%, ponto positivo para ela. Em 2008 a empresa passou para o segmento Novo Mercado, que possui as melhores praticas de governança empresarial, mantendo apenas ações ON.

A empresa tem um histórico de adquirir outras empresas, geralmente que estavam passando por dificuldades, e torna-las lucrativas novamente, ao longo da sua história foram feitas aquisições em leilão de privatização, fusões, incorporações etc.
Principais acionistas
A Equatorial tem como estratégia expandir a sua atuação pela aquisição do controle, independente ou compartilhado, de empresas do setor elétrico, com foco nos segmentos de distribuição, transmissão e geração. O mercado alvo da Companhia abrange todo o território nacional. Estratégia.
Comparação dos múltiplos com pares

Pra começar estudar os resultados, fui no site Fundamentus, e dei uma olhada nas empresas do mesmo setor, o P/L da empresa está em 14, provavelmente era bem mais baixo um tempo atrás, porque a alta no preço este ano foi bem forte, mas ainda está em um valor bom. Se o lucro se mantiver constante, você levaria 14 anos para receber o principal de volta (lucro não é dividendo), mas como é uma empresa de crescimento, deve acontecer antes.
Algumas empresas do setor, dei uma filtrada pra pegar as mais líquidas e com resultados positivos, tem muitas empresas listadas no setor: https://www.fundamentus.com.br/resultado.php?setor=32
Ainda em destaque na comparação com pares, EQTL tem um ROE bem alto, só perde pra EGIE e LIGT, e empatada com a TAEE11. Outra questão que me chamou a atenção, é a Liquidez nos últimos 2 meses, volume negociado muito superior a todas as outras do setor, não sei dizer se isso é bom ou não, existe sempre o medo de que grandes volumes negociados pode significar que alguns grandes investidores estão especulando com a ação, podendo elevar os preços artificialmente, mas de qualquer forma boa liquidez é positivo. O crescimento nos últimos 5 anos está em 20%, bem próximo das outras, a exceção nesse indicador foi Omega Energia, OMGE3, que é uma empresa nova voltada a energia limpa e renovável, não consegui muita informação sobre ela.

No lado negativo, dívida bruta sobre o Patrimônio é um dos mais altos em comparação com outras.

Endividamento

A empresa tem muitas dívidas, mas como as receitas são bem previsíveis no setor, é normal elas se alavancarem um pouco. Voltando um pouco e fazendo a comparação com as outras empresas do setor, Equatorial é a mais endividada, olhando o indicador Dívida Bruta / PL, hoje em 2,5.
Clique pra ampliar
No consolidado, maiores valores vencem em 2022 e 2023, depois disso eu espero que os dividendos venham maiores, último dividendo que a empresa pagou foi R$ 0,95 referente ao ano 2018, DY de 1% aproximadamente, (0,95/102)*100 = 0,93, o preço da ação na época era mais de R$ 100,00, aconteceu um desdobramento, onde 1 ação virou 5 ações, ficaram “ex-desdobramento” no dia 28 de novembro de 2019.

O ideal é que as empresas pagassem pelo menos a SELIC em dividendos, para uma estratégia de carteira previdência, remunerando o acionista, mas empresas de crescimento geralmente distribuem o mínimo e reinvestem os lucros pra crescer, que no longo prazo pode até ser mais vantajoso para o acionista.

De 2015 pra cá o lucro cresceu bastante, isso pode explicar o aumento na cotação

Também o patrimônio da empresa vem crescendo forte desde 2012.

No último resultado reportados pela empresa tivemos um bom aumento do lucro líquido, 121% de alta no comparativo trimestral, e 154% 9 meses de 19x18.
Resultados divulgados

Conclusões

No momento está é uma das minhas apostas para o setor, apesar de já ter subido bastante, ainda me parece que as ações do setor estão baratas, eu não gosto muito de Valuation, me dá impressão de que é um exercício muito bem elaborado de adivinhação do futuro, então não podemos considerar isso, mas pensando que a empresa está expandindo e entrou no ramo de transmissão, que é onde tem as melhores margens do setor, faz parte do Novo Mercado, só tem ON, boa governança, tenho boas expectativas nela.

Em relação aos meus filtros, a empresa ficou devendo na parte da dívida, tenho como regra inicial dívida/PL menor que 2, e vimos que aqui deu 2.5. Liquidez, rentabilidade e perenidade me pareceram tranquilo. Outro ponto negativo que encontrei, é a super valorização que a ação teve nos últimos anos, assim que reportar um resultado fraco acredito que vai cair o preço, e pode gerar melhores oportunidades, mas como eu disse antes, ainda acho que pensando no longo prazo, está tudo barato.

Comente aqui qual a sua opinião sobre a empresa, se tiver algum outro ponto pra destacar em relação a ela, vantagens e desvantagens, agradeço a todos que puderem contribuir para os estudos.

Abraços!

Fontes de Pesquisa
Outros estudos da empresa (Youtubers)

Análise de 5 minutos do Eduardo.


Análise mais completas dos fundamentos.

Aula sobre o setor de energia com o Fábio, a partir dos 19 minutos fala sobre Equatorial.

Tem mais videos e estudos do setor no youtube, um canal que conheci recentemente é o Dica de Hoje, também tem alguns videos bem interessantes sobre o setor e sobre a Equatorial, vale a pena seguir lá também.

Até o futuro!

11 de dezembro de 2019

Aportes e Mudanças na Carteira

Olá futuros bilionários! Final de ano chegou, hora de fazer alguns ajustes e colocar a casa em ordem.

No último post eu tinha escrito que não iria mais aportar este ano, mas acabei que consegui fazer alguns serviços extras e ganhei um dinheirinho a mais, e por isso resolvi fazer um aporte bem acima do previsto, aportei R$ 500 na Clear e mais R$ 500 na XP, e fiz as minhas compras de Natal, para o ano que vem acho que posso aumentar minhas metas, este ano superei por muito a meta dos aportes.

Mudanças na Carteira de FIIs

Após alguns meses acompanhando o fundo imobiliário XPCM11, cheguei a conclusão de que não quero ter esse FII para o longo prazo, já tinha colocado uma regra para carteira de comprar apenas fundos multi inquilinos e multi imóveis daqui pra frente, e uma segunda regra que estou pensando em aplicar é comprar apenas FII de tijolos e de prazo indeterminado, mas ainda tenho FIIs de papel...

Últimos dias até deu uma alta forte, que me animou porque saiu de -20% para +7% mais ou menos, com base no meu preço médio R$ 74,13, mas logo voltou cair, poderia até ter saído no lucro se tivesse agido rápido.
Gráfico cotação XPCM11
Mas enfim, quando vi já tinha caído bem abaixo do meu preço médio, e quando voltou a se aproximar resolvi agir, e vendi tomando um pequeno prejuízo, R$ 27,27. Aproveitei para vender minhas cotas de FII de agências bancárias, que como todos sabem, os bancos estão aos poucos virando bancos digitais, eu ainda vou no banco para sacar dinheiro, mas isso pode ser resolvido tendo alguns terminais de auto atendimento espalhados pela cidade, não precisa ter uma agência completa. Por isso vendi as cotas de BBPO11 e SAAG11, além do fato de que como o prejuízo de XPCM11 foi um pouco maior que o lucro dessas vendas, não preciso pagar o IR, ficou R$ 1 real de prejuízo no final, mas os dividendos superaram muito isso.

Com o saldo do aporte e das vendas, resolvi ir as compras, e resolvi deixar a carteira de FIIs com 10 fundos, com preferência para fundos de tijolos multi multi, diversificando nos fundos com foco em Shoppings, Lajes corporativas, galpões para logística e alguns híbridos, que tem imóveis locados para diversos tipos de inquilinos, e ficou da seguinte forma:
Planilha de Balanceamento de FIIs

Resumindo, fiz as seguintes compras e vendas:
Operações com FIIs em Dezembro/2019

Ainda fiquei com os FIIs de papel de recebíveis, que estão dando um bom dividendo também, mas pro longo prazo acho que esses FIIs são quase que uma renda fixa, mas com os riscos da renda variável, então não sei se vou continuar com eles.

Mudanças na Carteira de Ações

Na Clear eu tenho as Ações, e dessa vez resolvi adicionar na carteira ações do setor de energia elétrica que ainda não tinha nenhuma, e após fazer algumas pesquisas, analisar as empresas superficialmente, fiquei muito na dúvida, porque gostei de muitas, por exemplo, fiquei bem tentado a comprar Taesa pelos dividendos e pelo baixo P/L, mas tem o governo de sócio e fiquei um pouco preocupado por ter um P/L tão baixo, talvez tenha algum problema sério com a empresa que eu desconheça, então deixei de fora por enquanto.

Depois fiz alguns filtros utilizando os dados do site fundamentus, e cheguei nessas empresas:

E como ainda fiquei muito na dúvida, resolvi diversificar, porque diversificar é o melhor a se fazer quando não se sabe o que está fazendo :D Comprei de tudo um pouco, EGIE3, EQTL3 e ENBR3:
Além destas do setor elétrico, sobrou um saldo que resolvi comprar FLRY3 que estava precisando aportar para balancear a carteira, conforme minha planilha, que ficou dessa forma agora:
Planilha de Balanceamento para Ações
Eu estou pensando em adicionar mais ações do setores de Educação, Telecomunicações, Programas e Serviços (Software) e também do setor de Saneamento, que infelizmente sempre tem governo no meio, mas é um setor que eu acho bem perene, já adicionei algumas opções na planilha, mas com nota baixa, pra ficarem com um peso menor, já que o setor de Telecomunicações eu acho um pouco arriscado, e de Software eu acho um pouco caro, pelo P/L.

Aporte na Renda Fixa

Pra balancear a carteira de renda fixa e renda variável, tive que aportar cerca de R$ 510 reais em renda fixa, aportado no título do Tesouro Direto, IPCA+ 2045, ficou assim hoje:
 
Bom, pra quem não queria fazer mais nada este ano, foram muitas coisas, algumas horas de estudo de FIIs e ações, mas nem de perto o suficiente para poder dizer que sei exatamente o que estou fazendo, por isso peço que não copiem minha carteira, façam suas próprias análises, com certeza algumas dessas compras vão me decepcionar, não tem como a gente acertar todas, por isso eu diversifico.

Desejo a todos um Feliz Natal, que a luz de Cristo brilhe e abençoe a todos vocês, e que 2020 seja um ano tão bom ou ainda melhor que 2019. Abraços!



6 de dezembro de 2019

Estudo da ENBR3 - EDP Energias do Brasil

Olá a todos!

Voltando aos estudos, ainda não tenho ações do setor de energia elétrica na carteira, sendo que esse é um setor que eu acho muito interessante, pra começar o estudo, fiz alguns filtros iniciais nos dados das empresas do setor de energia no site Fundamentus, e fiquei com as seguintes opções:
Empresas Filtradas do Setor Energia Elétrica, Dados do Site Fundamentus (06/12/2019)
Destas opções, dei uma pesquisada e as que o pessoal mais recomenda compra pela Internet afora são EGIE3, ENBR3 e EQTL3. Vou começar estudando a ENBR3 hoje.

Histórico da Empresa, Perenidade

A EDP Energias do Brasil está listada no segmento Novo Mercado, que é o segmento que possui a melhor governança (em teoria), foi fundada em 2000, listada na bolsa em 2005, no setor de energia elétrica, acho que deve ser o setor mais perene da bolsa, atua com geração, transmissão e distribuição de energia, bem diversificado dentro do próprio setor.


Dei uma conferida na Analise do Eduardo, e tirei um print dessa tabela, confere o crescimento da empresa:


Múltiplos da Empresa

A empresa é negociada na bolsa próximo a máxima das últimas 52 semanas, tem subido bastante este ano, mesmo assim, hoje o P/L ainda está próximo de 9, e tem uma previsão do lucro aumentar nos próximos anos.



O patrimônio líquido tem crescido constantemente, e a empresa tem a dívida líquida bem controlada, até podemos dizer que possui poucas dívidas considerando o setor de atuação, é bem conservadora neste aspecto.


O Lucro líquido ficou alguns anos de lado, subiu forte em 2014 e 2015, caindo em 2016 e voltou a crescer em 2018, não é o ideal, mas pelo menos tem lucro né. Confiram esse gráfico do site fundamentus.
Gráfico do Lucro e Proventos
Um gráfico do relatório da empresa sobre a distribuição de dividendos.

Este ano (2019) a empresa pagou apenas um dividendo em julho, pode ser que paguem mais algum agora em dezembro, mas até o momento não vi nada, acho que podem estar guardando lucro para aquisições já que o governo está querendo privatizar várias empresas. Ao que tudo indica, empresa sólida em setor perene, pagando dividendos e crescendo, pra mim é suficiente. Lembrando sempre que isso é apenas um estudo particular, não sou analista e não faço recomendações de compra ou venda.

Fontes de pesquisa:

EXTRA - Videos de Análises da Empresa









Até o futuro pessoal!

4 de dezembro de 2019

Planilha pra Balanceamento da Carteira

Olá a todos!

Conforme demonstrado na página de Alocação de Ativos, eu criei algumas regras para definir onde aportar meu dinheiro todo mês, e para facilitar minha vida, adaptei uma planilha que vi no Canal do Pit Money que automatiza o balanceamento da carteira. Nessa planilha coloquei todos os ativos que eu tenho e os que eu quero comprar, e dou uma nota para cada um, com base nessa nota, a planilha define o percentual que devo alocar nesse ativo, tudo muito simples e funcional.

Pra exemplificar e compartilhar com vocês, criei uma nova planilha, mais simplificada para facilitar o entendimento, e estou incorporando a planilha nesse post, segue:



A ideia é bastante simples:
  1. você coloca o valor total que você possui no campo em laranja, bem no início da planilha, 
  2. em seguida, preenche a coluna Ativo, com o código de negociação, 
  3. depois a coluna Nota, que é uma avaliação pessoal sua, pode usar esses critérios se quiser
  4. e por último, a coluna Possuo (qtde), que é quantas ações ou cotas você já possui.

A coluna Preço Atual, a planilha busca o preço utilizando a fórmula do Google Finance, com base nisso, calcula o total atual que você possui do ativo, e o percentual que isso representa em relação ao valor total da carteira. Em seguida, a planilha calcula a Meta (%), que é porcentagem do ativo que você deveria ter em carteira, com base na nota que deu para o ativo, e o valor que falta para atingir esse objetivo.

Clique aqui para fazer uma cópia no seu Drive
No final, temos as colunas que coloquei em verde, que vão lhe dizer o que fazer, no caso configurei para mandar Comprar, quando % atual da carteira for menor que o % pretendido, e manda aguardar no caso de ter ultrapassado o porcentual desejado em carteira, afinal a ideia é que você consiga corrigir isso com os aportes mensais.

Caso seus aportes mensais representem pouco em relação a sua carteira total, uma hora dessas vai acontecer de você precisar vender algum ativo para fazer o balanceamento, mas como eu sempre escuto por aí, quanto mais tempo você ficar com um ativo, melhor. Inclusive tem muitas pessoas que criticam essa estratégia de balanceamento de carteira, porque geralmente você acaba vendendo suas melhores empresas e comprando mais das suas piores empresas, ou seja, tira dinheiro de um negócio bom e coloca em outro não tão bom, já comentei um pouco sobre isso no artigo Quando Vender uma Ação.
Como fazer uma cópia

Neste mesmo arquivo, tem uma segunda planilha, chamada de gráficos, onde adicionei um gráfico de barras e outro de pizza para facilitar a visualização da alocação dos seus ativos. Caso você queira fazer uma cópia, clique neste link, vai acessar a planilha no meu Drive, então clique no menu Arquivo, e fazer uma cópia, salve no seu Drive para poder editar.

Bom pessoal, por hoje é só, espero que essa planilha seja útil para vocês assim como é para mim. Abraços!

2 de dezembro de 2019

Fechamento de Novembro/2019

Olá queridos leitores do blog!

Finalmente chegou final do mês, e também final do ano. Eu estava ansioso por fazer essa atualização, por ser primeiro mês que vou postar aqui o resultado seguido uma planilha do blog AdP, que mostra os resultados como se fossem cotas de um fundo, e que muitos outros blogs utilizam.

Seguem os print das planilhas, tentei preencher retroativo desde que comecei, os aportes estão corretos, mas a rentabilidade não está 100% exato.

Planilha Além da Poupança - Consolidada
Resultado das Ações, corretora Clear
Resultado dos FIIs e Tesouro Direto, na XP
Como visto, desde o início dessa carteira tivemos 2 meses negativos, em Julho e Agosto, por conta principalmente de XPCM11, nosso cisne negro, que neste mês de novembro teve uma alta forte e trouxe a carteira ao seu melhor mês, 4,6% de alta consolidada. Uma coisa interessante deste mês foi que meu saldo do Tesouro Direto diminuiu, ou seja, minha renda fixa deu negativa neste mês.

No sistema da XP também tem um relatório que é muito parecido com a planilha do AdP, vou colocar aqui para vocês poderem ver a comparação.
Relatório de Rentabilidade da XP (FIIs e Tesouro Direto)
Balanceamento da Carteira por Tipo de Investimento
É bem provável que o relatório da Xp esteja mais exato, mas enfim, é bom termos nosso próprio controle também para fins de comparação. Na XP a rentabilidade final está 5,67% e na planilha está 5,66%, deve ser questão de arredondar apenas.

Pra concluir o post, com essa alta dos FII, e a queda na renda fixa, pra vocês ver que renda fixa também varia, a carteira ficou um pouco desbalanceada, mas nada que me preocupe, posso corrigir isso com próximos aportes.

Ainda estou com valor investido bem acima da meta, então agora vou focar em antecipar algumas prestações de um financiamento imobiliário que tenho, a única coisa que talvez eu faça este mês, é uma venda de XPCM11, que estou a algum tempo analisando e pensando se vale a pena o risco ou não, conforme já escrevi aqui.

Crescimento da Carteira, segue acima das metas
E aí pessoal, gostaram dessa forma de apresentar os resultados da carteira? Comentem aí se gostaram ou se preferem outra forma, achei essa forma interessante, mas temos muitas opções hoje em dia, como eu gosto de experimentar e sou bastante curioso, talvez até mês que vem eu já descubra outro site ou outra planilha interessante e traga aqui para vocês.

Bons investimentos!