Estudo do Bradesco

Olá a todos!

Antes de mais nada, já aviso que esse blog não faz recomendações de compra/venda de ativos, compartilho apenas minhas ideias particulares, assuma a responsabilidade sobre a sua vida.

Estou acompanhando as ações do Bradesco de longe já tem uns 10 anos, sim, antes do blog, e sempre tive vontade de comprar, mas ao mesmo tempo um certo receio com bancões devido a diversas experiências pessoais ruins, particularmente eu tenho pavor de ir em banco, quase sempre fui mal atendido, prefiro 1000x fazer tudo no auto atendimento, e já tem uns 15 anos que uso contas digitais sem custos.

Então, porque ter ações de Bancos? 

Quando era jovem escutei uma frase: "o melhor investimento no Brasil é um banco, e o segundo melhor investimento é um banco mal administrado", não lembro onde escutei isso, mas isso ficou na minha cabeça.

Infelizmente, pessoas com capacidade de se administrar financeiramente, controlar gastos etc são a minoria no Brasil. A maioria das pessoas continua endividada, usando contas correntes com taxas e sem controle dos gastos no cartão de crédito, o que é um prato cheio para os bancos fazerem dinheiro. 

Agora, o banco Bradesco passa por uns maus bocados, mal administrado e sem sorte, seu lucro e seu preço caíram bastante nos últimos anos, mas segue dando lucro, e se conseguirem arrumar a casa, deve voltar a rentabilidade  similar aos seus concorrentes.

Devido a isso, resolvi finalmente começar a comprar algumas ações dele, e também fazer este breve resumo e trazer alguns indicadores pra compartilhar aqui no blog.

História do Bradesco

O Bradesco é fundado em 1943, em Marília, no interior de São Paulo, com o nome de Banco Brasileiro de Descontos. Com apenas oito anos de vida, em 1951, o Bradesco torna-se o maior Banco privado do Brasil. 

Em 1962, o Bradesco é a primeira empresa a adquirir o primeiro computador da América Latina, que possibilitava o acesso a extratos diários aos clientes, prestação de serviço inédita para a época. Seguindo a estratégia de pioneirismo, o Bradesco implanta o Cartão de Crédito Bradesco, em 1968.

Na década de 1970, com o País experimentando taxas de crescimento anuais acima de 10%, o Bradesco passa a atuar fortemente no segmento de crédito, principalmente no financiamento de veículos. Nessa década, o Bradesco incorpora 17 outros bancos e, ao inaugurar duas novas unidades em 1978, uma no Oiapoque (AP), outro Chuí (RS), pontos extremos do País, chega à milésima agência. É implantada a cobrança automática e o Banco começa a atuar em projetos agropecuários.

Nos anos 80, o Bradesco forma o grupo Bradesco Seguros, com negócios nos segmentos de previdência privada aberta e de capitalização, além da seguradora.

Na década de 90, todas as Agências Bradesco passam a trabalhar on-line e o Autoatendimento se expande em todo o Brasil.  É implantado o Bradesco Mobile Banking, que permite operações de consulta de saldos e extratos e pagamento de algumas contas pelo celular. O Bradesco fecha o século na liderança entre os Bancos privados do Brasil.

Dos anos 2000 em diante o banco segue a trajetória de crescimento incorporando outros bancos, em 2010 fizeram a maior aquisição: HSBC Bank Brasil S. A. Banco Múltiplo.  

Fonte: https://www.bradescori.com.br/o-bradesco/historia/nossa-historia/

Histórico de Indicadores

Alguns indicadores de preço e valor retirados do site status invest.

O dividend yield (D.Y.) tem uma média de 4,36%, estando acima da média no momento, devido a baixa do preço.

A margem líquida da empresa caiu muito nos anos recentes, diversos problemas contribuíram, acho que o mais famoso foi o rombo nas Americanas, a média da margem é de 13%, mas atualmente está em 6%.

Fonte O Globo

Outro indicador que gosto de acompanhar é o Preço sobre o Lucro, como geralmente preço segue lucro, esse até que ficou na média, lucro caiu, preço caiu junto, média próximo de 10.

O site Oceans14 tem um gráfico bom de Cotação vs Lucro.

https://www.oceans14.com.br/acoes/bradesco/bbdc/balanco-dividendos

 

O Patrimônio Líquido (PL) sobre total de Ativos, é um indicador interessante pra avaliar o nível de alavancagem, a maioria dos bancos no Brasil operam com esse nível aí, tem cerca de 10 vezes mais ativos do que patrimônio, ou seja, se tomar prejuízo acima de 10%, pode falir.

Aqui um gráfico realmente interessante pra quem está pensando em comprar, o Preço sobre o valor patrimonial está na mínima histórica, claro que pode cair mais, e é bem provável devido aos resultados fracos recentes, mas... como dizem por aí, comprar ao som de canhões.

E aqui um gráfico bem interessante pra quem está pensando em vender, a piora do retorno sobre o patrimônio, ou ROE em inglês, vem caindo já tem alguns anos, será resultado das fintechs? Ou um sinal de que os anos dourados dos bancos acabaram? Particularmente, acho que é resultado de escolhas ruins feitas pelo Bradesco, visto que ROE do BB cresceu e Itaú segue estável. Assim, se daqui pra frente o banco não cometer os mesmos erros, acredito que ROE vai voltar para a média.

Dados do Fundamentus

Evolução dos Lucros e Proventos, anda meio de lado desde 2014, 10 anos... e pra baixo recentemente.


Apesar dos resultados menos bons, o patrimônio segue a trajetória de alta, enquanto houver lucro, patrimônio cresce.

https://fundamentus.com.br/graficos.php?papel=BBDC3&tipo=1

Comparando com pares

Aproveitei e fiz algumas capturas comparando resultados com outros bancos.

No site Oceans14, o Banco do Brasil ficou em primeiro lugar no comparativo, seguido por Itaú, e Bradesco na lanterna.

Bradesco só ficou bem colocado no indicador P/VP.

Olhando para isso, o ideal seria comprar ações do Banco do Brasil, pelos resultados/valores atuais é o melhor, mas devido a minha falta de confiança nesse governo canhoto, fico receoso se os resultados futuros serão tão bons quanto os atuais. Em 2015/16 eu tive ações do BB, sai com um bom lucro, uma pena que não pude segurar elas, acabei vendendo tudo pra ampliar a casa.

A segunda opção, Itaú, acho interessante, mas já tenho Itaúsa, que é 90% Itaú, então pra minha carteira não faz sentido no momento.

No site status invest também temos esse tipo de comparação e gráfico comparando rentabilidade, adicionei mais alguns bancos aqui, e para a surpresa de ninguém, realmente Bradesco foi o pior nos últimos 5 anos.

https://statusinvest.com.br/cliente/comparar-acoes/bbdc3,bbas3,itub3

Conclusão

Essa é uma decisão, como investidor, bastante difícil, comprar uma empresa que está indo mal. Normalmente, eu gosto de comprar apenas as melhores empresas, mas isso vem com um preço, que essas empresas costumam negociar com múltiplos bem elevados, e caso um dia de azar de algum problema acontecer, a queda pode ser forte.

Em 2022 Bradesco ainda era o líder em capital de giro PJ, com um market share um pouco acima dos demais, os bancos públicos, BNDES, CEF e BB dominam muitos segmentos, como financiamento de infraestrutura, habitacionais e crédito rural, interessante dar um olhada nesse estudo do BCB, ainda não saiu 2023.

Fonte BCB: https://www.bcb.gov.br/publicacoes/relatorioeconomiabancaria

 

Na última apresentação dos resultados, escreveram planos para o banco melhorar seus resultados, pelo que entendi vão investir mais em canais digitais, atendimento "massificado" e focar em alta renda. Recentemente tenho percebido um aumento em propagandas do banco também.

https://api.mziq.com/mzfilemanager/v2/d/80f2e993-0a30-421a-9470-a4d5c8ad5e9f/9b45cfd7-94d9-4f1b-0af2-38ea4ff46c95?origin=1

Assim, resolvi seguir a ideia de comprar boas empresas, de setores perenes, quando elas estão passando por alguma dificuldade e negociando próximo as mínimas. Ainda pretendo continuar comprando ações de empresas que estão bem também, mas neste momento, vou dar uma chance e comprar essa que namorei por tanto tempo, espero que seja um relacionamento pra vida toda😁.

Abraços e até o futuro!

7 comentários:

  1. Bilionário,

    O banco continua velho, só passar em frente uma agência do Bradesco e do Itaú, entre e dê uma olhada, é perceptível a diferença. Além disso, eles não tem nenhum produto que se destaca e se comunicam muito mal. As propagandas do Bradesco são às piores dos grandes bancos.

    O que tem de "ouro" ali dentro é a Bradesco Seguros, com resultados excelentes.

    Um colega me disse algo que achei preocupante; o Bradesco é o bancão que paga pior o pessoal do Comercial, dizem que lá é uma escola: formam profissionais e que esses depois vão para os concorrentes para ganhar mais grana. Se você tem dificuldades de reter talentos, isso vai gerando ineficiência.

    Abraços,
    Pi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem muita coisa pra melhorar, fico imaginando o resultado quando isso acontecer. :)

      Excluir
  2. Estou com algumas ações do Bradesco para o longo prazo, acredito que volte em algum momento mas o problema é o timing... Por enquanto, nenhum sinal de reversão concreto.
    Trabalhei quase quatro anos no Bradesco, indo de escriturário a supervisor. Era bem estressante, mas para o pessoal do comercial acredito que era pior ainda, tinham que bater metas, coisas normais de bancos.
    Assim como você, nunca mais pisei em um bancão tradicional desde a minha saída e tenho utilizado o Nubank desde então, embora ainda tenha minha conta de "funcionário" lá ativa, sem pagar taxas kkkk.
    Mas é isso ai, agora é acompanhar e conforme o lucro aumentar a tendência é a ação subir de preço.
    Grande abraço,
    Rumo a IF!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá RIF!

      Timing eu sou péssimo, poucas vezes acertei compras em fundos... mas vou entrando devagar.

      Fico imaginando o stress de vender "dinheiro" não deve ser pouco.

      Abraços!!

      Excluir
    2. Não deve ser nada fácil trabalhar com metas de venda de produtos financeiros de bancões... Eu não conseguiria, porque ia me sentir culpado de oferecer produtos ruins para os clientes... Eu só poderia trabalhar em banco nos bastidores, nunca na linha de frente. Não tenho cara de pau para ficar "empurrando" previdência privada, fundos multimercado, títulos de capitalização, etc. Eu conheço uma pessoa que já trabalhou nesse departamento comercial de um certo bancão, e ela me disse que o gerente dela, quando cobrava as metas, ficava repetindo o mantra: "é melhor a mãe dos outros chorar, do que a sua!".... Sinistro!!!

      Excluir
    3. PQP! Realmente sinistro hahaha

      Como eu escutei esses dias alguém falando de um político: "A pele da cara deve ser mais grossa que da bunda" kkkkk haja cara de pau!

      Excluir
    4. kkkkk é melhor a mãe dos outros chorar do que a sua é osso... apesar de tudo eu acho que tem algumas pessoas que esses péssimos investimentos são bons. Muitos não conseguem guardar um centavo por conta própria e uma capitalização horrível força o cara a fazer uma reserva mesmo que perdendo dinheiro. Outros, gostam de "apostar" e ai essas porcaria também servem.
      Enfim, pra nós investidores é algo horripilante msm.

      Excluir

Fique a vontade para contribuir com suas ideias ou dúvidas. Obrigado!

Postagens em alta

Estudo do Bradesco

Olá a todos! Antes de mais nada, já aviso que esse blog não faz recomendações de compra/venda de ativos, compartilho apenas minhas ideias pa...